VALE DO SERENO – Onde a natureza e a cidade se encontram em harmonia. - Vila da Serra em BH

VALE DO SERENO – Onde a natureza e a cidade se encontram em harmonia.

28/09/17 | Bairro Vila da Serra | Nenhum comentário

DIFERENCIAIS:
REDE ELÉTRICA E TELEFÔNICA SUBTERRÂNEAS;
MANUTENÇÃO DOS CORREDORES ECOLÓGICOS;
MAIOR AFASTAMENTO ENTRE OS EDIFÍCIOS;
MELHOR PADRÃO DE CONSTRUÇÃO;
CONTATO PERMANENTE COM A NATUREZA;
MAIS SEGURANÇA COM BEM-ESTAR E COMODIDADE.

VALE DO SERENO

Vale do Sereno e Vila da Serra se confundem no que tange a seus limites. Afinal onde um termina e o outro começa? Muitos empreendimentos de referencia do bairro Vila da Serra possuem em seu endereço “oficial” Vale do Sereno. O mais comum é chamar de Vale do Sereno os empreendimentos que se localizam às margens da MG030 (estrada que liga BH a Nova Lima), da trincheira até um pouco depois do Shopping Serena Mall. O Vale do Sereno é conhecido pelas suas riquezas naturais, clima único e localização privilegiada. Antiga  Fazenda Rabelo, o loteamento, aprovado pela Prefeitura Municipal de Nova Lima, tinha seu foco na construção de casas, com lotes de 360 m². Em 1979, passa a se chamar oficialmente Vale do Sereno e, com o passar dos anos, o perfil do loteamento transforma-se em multifamiliar. A proposta atual é uma implantação vertical, com edificações que permitam um modelo diferenciado de ocupação, com respeito à cota mínima de ocupação urbana e extensas áreas verdes.

O novo formato de uso e ocupação do Vale do Sereno foi planejada e executada entre os anos de 2007 e 2010 com o objetivo de promover a convivência harmoniosa entre a moradia, o trabalho e a preservação ambiental.

A rede de iluminação pública foi substituída por cabeamento subterrâneo, o que elimina os fios suspensos, evitando acidentes e preservando a beleza natural do bairro. A rede de esgoto, implantada conforme projetos aprovados e fiscalizados pela Copasa, ligada à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Vale dos Cristais, possibilita a adequada coleta e tratamento dos resíduos. O sistema de drenagem de águas pluviais foi todo reconstruído, considerando as contribuições das áreas adjacentes. Visando o escoamento adequado das águas de chuvas, um dissipador foi implantado no final da galeria de águas pluviais,  evitando enchentes e erosões nas margens do curso d’agua existente no bairro.

mapa do vale do sereno

Planos Diretores garantem ocupação urbanística planejada

Foi criado um conjunto de Planos Diretores específicos para as atividades das construtoras que atuam e atuarão no local, assegurando uma ocupação planejada baseada em conceitos de sustentabilidade:

Plano Diretor de Negócios (PDN), que é uma apresentação das premissas do bairro, sua diferenciação no mercado e seu conceito baseado na preservação ambiental;

Plano Diretor de Projetos (PDP) é um instrumento que propõe alternativas arquitetônicas e urbanísticas, complementares à legislação vigente no município de Nova Lima, que favoreçam a qualidade de vida no local; O PDP prevê um novo modelo de ocupação, capaz de gerar grandes vazios entre as edificações, o que garante um diferencial: a convivência com o verde, áreas permeáveis, melhor insolação, adequada posição dos edifícios em relação aos ventos dominantes e às curvas de nível, minimizando os impactos sobre o terreno natural;

Plano Diretor Ambiental (PDA). Medidas que visam à preservação da natureza e o modo sustentável de desenvolvimento, com foco na redução de impactos. Para estar adequado ao PDA, o empreendedor precisa comprometer-se com a revegetação da área do entorno de sua edificação, além do gerenciamento dos resíduos da obra, por exemplo. O monitoramento de ruídos durante as obras e uma melhor utilização dos recursos naturais, também são enfatizados no PDA.

Além disso foi elaborado um inventário florístico da vegetação local, que identificou todas as espécies da região. Dessa forma, além de apontar os passos para um planejamento de conservação dos ambientes, plantas nativas estão sendo utilizadas no projeto paisagístico das construtoras, promovendo assim, o desenvolvimento sustentável do bairro.

Serão criadas áreas de convivência e bosques, que proporcionarão um momento de contemplação, conceito inédito no Brasil.

(Fonte: Revista Encontro)

Compartilhe este post!

Deixe seu comentário